Qual a relação entre Audição e Covid-19?

A COVID-19 é uma doença causada pelo coronavírus, denominado SARS-CoV-2, que apresenta um espectro clínico variando de infecções assintomáticas a quadros graves. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, a maioria (cerca de 80%) dos pacientes com COVID-19 podem ser assintomáticos ou oligossintomáticos (poucos sintomas), e aproximadamente 20% dos casos detectados requer atendimento hospitalar por apresentarem dificuldade respiratória, dos quais aproximadamente 5% podem necessitar de suporte ventilatório. 

Tem-se observado que entre os sintomas mais comuns estão a perda do olfato (anosmia) e a perda do paladar (ageusmia). Mas em relação a nossa audição, existem sinais e sintomas? Sofreremos consequências auditivas após a pandemia?

De acordo com a Academia Brasileira de Audiologia – ABA, uma revisão bibliográfica recentemente publicada sobre o tema no Internacional Journal of Audiology, sob autoria de Ibrahim Almufarrij e cols, analisou os sintomas auditivos e vestibulares associados a COVID-19 já descritos. Os autores concluíram que os relatos dos estudos ainda são poucos e de baixa qualidade científica. Contudo, eles acreditam que com o passar do tempo as preocupações relacionadas ao novo coronavírus mudem, passando do risco de vida para consequências a longo prazo relacionadas a saúde, como disfunções auditivas e vestibulares. Já autores italianos Ciorba e cols (2020) em publicação realizada no Internacional Journal of Immunophatology and Pharmacology vieram comentar sobre a importância no cuidado da administração de drogas ototóxicas (ou seja, aquelas que causam prejuízo ao sistema auditivo) para o tratamento da COVID-19. 

Outra análise muito importante se deu no American Journal of Otolaryngology, sob a autoria de Mustafa. O autor publicou um estudo realizado com 20 pacientes assintomáticos e positivados para Covid-19 e um grupo controle, sem a doença. Foram realizadas audiometria de tom puro e teste das Emissões Otoacústicas Transientes (também conhecido no Brasil como Teste da Orelhinha). Os limiares de tons puros de alta frequência (para os sons bem “fininhos”), assim como as amplitudes das Emissões Otoacústicas Transientes foram significativamente piores no grupo positivado para Covid-19. Desta forma, foi possível afirmar que a infecção por Covid-19 pode ter efeitos nocivos nas funções das células ciliadas da cóclea (órgão responsável pela audição), apesar da pessoa com Covid-19 sentir-se assintomática.

Considerações relevantes, publicadas por Joy Victory, no site americano Healty Hearing, apontou que vários pacientes Iranianos com Covid-19 referiram perda auditiva em uma das orelhas, bem como vertigem. Um homem egípcio, sem outros sintomas, desenvolveu perda auditiva súbita e posteriormente testou positivo. Dados estão sendo relacionados, os estudos estão a todo vapor, mas ainda são inconclusivos. Ressaltou que relatórios de autópsias detectaram o vírus no osso da orelha média em pacientes mortos pela doença. 

Contudo, segundo a autora, talvez o mais esclarecedor dos estudos até agora foi uma pesquisa do Reino Unido que descobriu que 1 em cada 10 pacientes com Covid-19 relataram perda auditiva e/ou zumbido cerca de 8 semanas após o contágio. 

Além dessas publicações, profissionais médicos, médicos otorrinolaringologistas e fonoaudiólogos em sua prática clínica, veem observando aumento das queixas de zumbido e tontura nesta época de pandemia, talvez associadas aos elevados níveis de estresse que acometem a população em geral.

Como vemos, ainda nos restam muitas dúvidas sobre a relação entre audição e Covid-19. Será que o novo coronavírus é capaz de causar alterações auditivas, ou devemos atribuí-las ao uso dos medicamentos usados para curar a doença e/ou somente ao fator estresse?

  Desta forma, diante o surgimento dos primeiros sintomas faça o teste para COVID-19 e mantenha-se em isolamento o máximo de tempo possível. Use máscara, álcool gel e sempre lave bem as mãos. Essas medidas, ainda são as melhores formas de nos proteger e proteger as pessoas que amamos.

Em caso de sinais e sintomas auditivos como zumbido, sensação de ouvido tampado, tontura e perda auditiva súbita, procure um médico. Não se esqueça, faça periodicamente exames de audição.

 Juntos vamos iremos vencer a pandemia!

Fontes:

– www.coronavirus.saude.gov.br/sobre-a-doenca

– CIORBA, A et al. Don’t forget ototoxicity during the SARS-CoV-2 (Covid-19) pandemic! Internacional Journal of Immunophatology and Pharmacology, July, 2020

– IBRAHIM ALMUFARRIJ, KAI UUS e KEVIN J. MUNRO. Does coronavirus affect the áudio-vestibular system? A rapid systematic rewiew. International Journal of Audiology, 2020

– MUSTAFA, M.W.M. Audiological Profile of Asymptomatic Covid-19 PCR-positive cases. American Journal of Otolaryngology, Abr, 2020

– VICTORY, JOY. COVID-19 and hearing loss: What we know. Healthy Hearing
August 19, 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: