Surdez Unilateral

Mais comum do que imaginamos, a Surdez Unilateral, que o americano chama de SSD (Single Sided Deafness) é um perfil bem específico de Surdez. Por definição: temos um lado com audição completamente normal e o outro com perda auditiva profunda, sem benefícios com aparelhos auditivos convencionais. São cerca de 60.000 novos casos de surdez desse tipo nos EUA ao ano.

Possuem diversas causas possíveis, desde congênita, já nascer com a deficiência auditiva, como Surdez Súbita, Doença de Meniérè, Neurinoma do Acústico, Traumatismo, Otite Média Crônica…

O quadro muitas vezes vem acompanhado de zumbido, principalmente nos casos de Surdez Súbita em Adulto.

As principais dificuldades da pessoa com Surdez Unilateral, além de não conseguir escutar os sons que vêm do lado surdo, é perder a localização da fonte sonora – não saber se alguém o está chamando da direita, esquerda, cima ou baixo. E a extrema dificuldade de conversar em ambientes com muito ruído de fundo, como uma festa ou restaurante. Nessas situações tanto o ruído de fundo como a voz da pessoa que estamos conversando entram pela mesmo canal e se misturam, tornando a comunicação bem difícil nesses ambientes.

Isso ocorre pois temos três características importantes da BINAURALIDADE, escutar pelas duas orelhas. O primeiro deles: o EFEITO SOMBRA DA CABEÇA, através dessa característica, percebemos o som vindo de um lado mais intenso desse mesmo lado e mais atenuado do lado oposto, o que nos ajuda na localização sonora no espaço. O segundo, EFEITO de SOMAÇÃO BINAURAL – a potencialização do som centralmente, ao escutarmos pelos dois lados. Por fim, o terceiro, o EFEITO SQUELCH, que é a capacidade que temos em ambiente com muito ruído de fundo, como uma festa, restaurante, conseguirmos distinguir no córtex cerebral a fala da pessoa que estamos conversando e o ruído de fundo. A pessoa que só consegue escutar por um dos lados, perde essas três características.

Até pouco tempo, pouco poderíamos oferecer a esse perfil de paciente, mas as orientações sempre foram fundamentais:

  • No caso de escolares: sentar com o ouvido surdo para parede e o ouvinte para o professor.
  • Em todas as idades: orientações sobre preservação auditiva, no único ouvido funcionante, como evitar medicações ototóxicas, evitar exposição sonora indevida….

Com relação ao uso de próteses auditivas temos as seguintes opções:

1- Aparelhos auditivos tipo CROS: que se comunicam um com o outro, deixando um aparelho com microfone do lado surdo, que jogará as informações para o lado ouvinte através de uma comunicação sem fio. Usará dois aparelhos: lado surdo e lado ouvinte.

2- Próteses Auditivas Osteoancoradas: próteses como o BAHA, PONTO e Bonebridge que levam a informação da orelha surda para a orelha ouvinte por vibração óssea. Só é necessário o uso do aparelho do lado surdo.

Quer saber mais sobre as Próteses Auditivas Osteoancoradas, leia o artigo abaixo:

3- Implante Coclear do lado surdo: mais recentemente a Europa e os EUA aprovaram o uso de implante coclear para retomar a audição do lado com surdez em pacientes com Surdez Unilateral. No Brasil, isso ainda não foi regulamentado, mas acreditamos que em breve teremos novidades.

Concluindo, devemos tomar conhecimento do impacto da Surdez Unilateral na vida da pessoa e hoje temos opções de recursos para melhorar a qualidade de vida de quem sofre com esse problema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: