Presbiacusia – Perda Auditiva em Idosos

Cada vez mais o tema envelhecimento vem sendo abordado. A senescência (velhice) é  algo natural e irreversível. Com o passar dos anos, os indivíduos sofrem  mudanças, tanto nos aspectos biológicos, como social e psicológico.  

Com o passar dos anos, nossa audição entra em processo de envelhecimento.  Este processo é provocado pelo desgaste fisiológico das células auditivas e recebe o nome de Presbiacusia (Perda Auditiva na Terceira Idade).  Normalmente, esse problema ocorre a partir dos 60 anos.  

Estudos comprovam que a perda auditiva na população idosa ocorre de 5 a 20%  nos indivíduos com 60 anos de idade. Essa incidência aumenta para 60% nos  indivíduos a partir dos 65 anos.  

A deficiência auditiva no idoso, denominada de Presbiacusia, resulta em efeitos  negativos não só do ponto de vista social e emocional, como também na qualidade de vida do idoso. É um dos distúrbios da comunicação mais incapacitantes, impedindo-o de desempenhar o seu pleno papel na sociedade,  porque não só provoca uma privação sensorial, mas acarreta uma dificuldade de  compreensão da fala daqueles que o cercam, dificultando a comunicação.  

Normalmente, no início, a Presbiacusia compromete o entendimento de sons  agudos, sendo quase imperceptível nesse estágio. No entanto, à medida que  avança a pessoa começa a ter dificuldades de audição e compreensão da fala,  por isso é comum queixas de “Ouço, mas não entendo”. No dia-a-dia nota-se  as seguintes situações:

  • TV e Rádio com o volume alto para o idoso conseguir  ouvir
  • Dificuldade em ouvir o telefone e a campainha
  • O idoso pode começar a  falar mais alto que o de costume
  • Pode perceber um Zumbido  constante
  • Além de criar hábitos de pedir para as pessoas repetirem o que disse  e sempre dizer: O que? Hã? Hein?

A Presbiacusia é Irreversível. Infelizmente não há tratamento capaz de restabelecer a audição normal de quem perde a audição com o envelhecimento.  Entretanto, há alternativas que podem fazer com que os idosos mantenham sua  qualidade de vida. Os Aparelhos Auditivos (AASI) têm um papel fundamental no  processo de retomada da qualidade de vida das pessoas com Perda Auditiva.  Nas últimas décadas, os aparelhos auditivos passaram por verdadeiras  revoluções tecnológicas e, hoje, oferecem mais conforto, potência e  conectividade. Apesar disso, o Aparelho Auditivo não traz a audição de volta.  Com ele, volta-se a ouvir as frequências de sons que já não se ouve mais, porém  a perda na audição permanece.  

É preciso intervir com o uso de um Aparelho Auditivo para que a progressão da  perda auditiva se dê de uma forma mais lenta.  

À medida que envelhecemos, as pequenas células ciliadas do ouvido interno  começam a se decompor e não são mais capazes de captar certas vibrações  sonoras tão bem como antes. A falta de estímulos sonoros pode fazer com que essas células percam ainda mais sua capacidade de captação. A estimulação sonora pode ser feita através do uso de um Aparelho Auditivo adequado.  

O primeiro passo para avaliar se já existe perda na audição, é procurar um Fonoaudiólogo para realização dos Exames de Audiometria Tonal e Vocal, onde será detectado a presença, o tipo e o grau da Perda Auditiva. Com os exames  em mãos, deve-se passar pelo Médico Otorrinolaringologista para que o mesmo  indique o uso do Aparelho Auditivo. A seleção e adaptação do melhor Aparelho Auditivo será feito pelo Fonoaudiólogo.  

A atuação do fonoaudiólogo junto ao idoso é muito importante. Os recursos  utilizados para a reabilitação auditiva auxiliam no sentido de minimizar a dificuldade de comunicação, uma vez que possibilitam a melhora no  desempenho auditivo e proporcionam maior integração do idoso na sociedade.  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: