Os avanços e inovações em tecnologia, seus efeitos no perfil dos usuários de aparelhos auditivos e os novos desafios do fonoaudiólogo

Os grandes avanços tecnológicos nas últimas décadas, sobretudo na área de telecomunicações, interferem direta e positivamente na área da saúde como um todo e também na indústria de aparelhos auditivos, culminando numa sensível mudança nesse setor.

De um lado, temos os rápidos avanços e inovações  tecnológicos, tais como os recursos de armazenamento de dados nas nuvens, tecnologia de dispositivos móveis e de conectividade sem fio, ajustes remotos que atualmente estão disponíveis em equipamentos auditivos e podem ser utilizados na rotina clínica do fonoaudiólogo especialista em audiologia, para transformar a experiência auditiva, oferecer mais acessibilidade e beneficiar usuários de aparelhos auditivos. De outro lado, observamos que o acesso à toda essa tecnologia, por meio do uso, cada vez mais frequente,  de dispositivos móveis entre adultos e idosos, permite que as pessoas coletem e acessem informações de qualquer lugar, fazendo com que elas também sofram os efeitos dessas mudanças rapidamente, o que altera bruscamente seu perfil e estilo de vida.

Cada vez mais as pessoas acima de 50 anos utilizam-se de tecnologia em seu dia a dia, o que as torna muito mais conectadas, melhor informadas e exigentes. Como resultado disso, os pacientes candidatos ao uso de próteses auditivas chegam até seus audiologistas com expectativas muito mais elevadas sobre produtos e serviços, além de serem mais ativos na sua forma de dialogar e mais interativos ao receberem cuidados. Esse comportamento tem efeitos crescentes e funcionam como pressões regulatórias sobre a indústria de próteses auditivas, próteses implantáveis, implantes cocleares e seus distribuidores. para que ofereçam produtos cada vez mais tecnológicos, customizados e serviços que sigam protocolos de boas práticas na processo de adaptação de AASI, de forma que possam oferecer resultados eficientes e baseados em evidências clínicas.

Atualmente os recursos de registros de dados, do tipo datalogging, vêm tornando-se cada vez mais refinados, trazendo dados da vida do usuário em tempo real e detalhando informações sobre seu estilo de vida e sobre os tipos de ambientes sonoros mais frequentados por ele. O maior acesso que o Fonoaudiólogo tem a essas informações acústicas bem detalhadas, cria também uma mudança significativa nos possibilidades de raciocínio clínico e na comunicação entre paciente e audiologista.

Com mais dados disponíveis, agora acessíveis tanto aos profissionais como aos usuários de próteses auditivas, há um maior engajamento do usuário no processo de reabilitação, trazendo novas experiências à sua jornada auditiva . 

Dessa forma, o processo de seleção e adaptação de próteses auditivas, tende a sair do tradicional modelo médico, em que a informação vem do paciente para o profissional, migrando para um modelo muito mais colaborativo, em que o profissional de saúde auditiva também pode auxiliar o paciente ao detalhar melhor as informações que ficam armazenadas sobre seu estilo de vida e preferências acústicas, já que a tecnologia dá conta de fazer essa análise de forma muito mais precisa e refinada.

O profissional baseia-se em um nível melhor de percepção acústica nos diferentes ambientes sonoros, para otimizar os ajustes e adequá-los ao estilo de vida único daquele paciente.  Com base em evidências, é possível reduzir significativamente a  resolução de problemas por tentativa e erro, o que normalmente ocorre quando os pacientes são incapazes de descrever com tanta precisão, seu estilo de vida, necessidades auditivas dentro de cada ambiente acústico ou definir com clareza os desafios que estão enfrentando na comunicação, tornando a experiência do paciente mais tranquila, prazerosa e positiva.

A jornada auditiva do paciente quando permeada por sensações agradáveis, promove o desejo de seguir adiante no processo de adaptação, além de  facilitar o processo de aclimatização. 

O fonoaudiólogo, ao assumir a missão de ser o conselheiro inicial de confiança, dentro do processo de reabilitação auditiva, vislumbra o sucesso clínico. O papel do Fonoaudiólogo não é o de impor uma solução, mas sim o de entender as reais necessidades do usuário, para abrir portas, dar acesso, motivar e conduzir o paciente para que ele sinta-se seguro e à vontade para experimentar as diferentes possibilidades tecnológicas. Mais do que isso, o Fonoaudiólogo precisa  ter como propósito encorajá-lo a vivenciar experiências acústicas diversificadas e tornar o uso de amplificação algo desejável. 

A tecnologia atualmente disponível nesses pequenos dispositivos, favorece essa interação entre a pessoa com deficiência auditiva e o profissional.

Quando um paciente sente-se feliz e satisfeito com os resultados obtidos com o uso da amplificação, ele encoraja-se a enfrentar situações desafiadoras de comunicação, outrora difíceis e frustrantes, compartilhando com seus amigos, familiares e colegas de trabalho essa sensação de conquista e do quanto beneficia-se com seus aparelhos auditivos, além de reconhecer que seu fonoaudiólogo de referência realmente propôs-se a ouvi-lo para entender melhor suas necessidades, colaborando  para que ele chegasse a um bom resultado. 

Dessa forma, o paciente que tem em sua jornada auditiva  experiências positivas, encontra motivação para seguir adiante, fazendo uso frequente da amplificação e, aos poucos, vai quebrando muitas barreiras impostas pela surdez, vencendo seus desafios na comunicação. O usuário de próteses auditivas, quando bem adaptado, torna-se também um consultor de confiança, que advoga  em nome de seu fonoaudiólogo, além de transformar-se em fonte de inspiração para que outras pessoas com deficiência auditiva encorajem-se a trilhar os caminhos da reabilitação auditiva.

Bibliografia:

  • Hayes D., PhD, McIntyre C. – Interviews / Hearing Aids Adults/Audiology Improved Insighits Enable Better Patient Experience; Audiology On line, junho 2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: