Fones In-Ears e a Saúde Auditiva dos Profissionais da Música

Para os profissionais da música a audição é o sentido mais valioso e se torna necessário o uso de medidas de proteção auditiva, alinhadas ao desempenho no palco. Dentre essas medidas mais avançadas de proteção auditiva, contamos com os monitores in-ears.

Os monitores in-ears, são fones intra-auriculares, usados profissionalmente ​​por músicos, cantores e engenheiros de áudio, para ouvir música ou ouvir uma mixagem pessoal de vocais e instrumentação de palco para performance ao vivo ou mixagem em estúdio de gravação. Frequentemente, são adaptados as orelhas de um indivíduo para fornecer conforto e um alto nível de redução de ruído do ambiente circundante.

Os dois principais fatores que afetam a saúde auditiva dos profissionais da música são a relação do volume da música e o tempo de exposição a ela. Sabemos que a exposição prolongada aos sons acima de 85 decibéis (dB), ao longo do tempo, causará perda auditiva. 

Muitos profissionais da música, em algum momento da vida já sentiram zumbido ou a sensação de ouvido tampado, ao chegar em casa depois de um show. Na verdade, isso é uma perda auditiva temporária, causada pela exposição a música alta que geralmente desaparece entre 10 a 18 horas após a apresentação. Porém ao longo do tempo, essa rotina de exposição ao ruído sem proteção, tornará a perda auditiva temporária em perda auditiva permanente.

Abaixo, algumas dicas de como usufruir de um melhor desempenho e proteção auditiva com o uso dos monitores in-ears:

  • De preferência para os fones in-ears moldados, diferentemente dos fones in-ears universais, os moldados aderem melhor ao conduto auditivo, mantendo maior vedação acústica.
  • Faça a pré-moldagem das orelhas para a fabricação dos fones in-ears moldados, apenas com fonoaudiólogos. Somente um profissional pode garantir a segurança e qualidade no procedimento.
  • Use sempre os fones nas duas orelhas, ao usar os fones nas duas orelhas se tem um ganho de 6 (dB), fenômeno chamado de somação binaural. Ao usar o fone em apenas uma das orelhas, a orelha sem o fone ficará exposta aos ruídos externos e existirá a necessidade de aumentar o volume do fone da única orelha, podendo levar a danos auditivos futuros.
  • É muito importante manter sempre o dispositivo transmissor (Body Pack) no volume zero ao inserir os fones nas orelhas e aumentar o volume gradualmente até chegar a um nível agradável.
  • Sempre higienizar os fones após utilização, para uma boa manutenção e prevenção de problemas otológicos.
  • Lembre-se de fazer repouso auditivo após as apresentações, para evitar a fadiga auditiva e recuperação dos limiares auditivos.
Me. Danilo Santana
Fonoaudiólogo / Audiologista – Unik Soluções Auditivas
CRFa 2-18735
@fonodanilosantana
@uniksolucoesauditivas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: