Algumas dicas para exercitar a memória auditiva

Também conhecida como memória ecóica, a memória auditiva faz parte de um dos registros sensoriais mais importantes da nossa vida.

É a responsável pela soma de informações sonoras que as pessoas recebem auditivamente. Por isso, ela conta com uma extensa área de armazenamento e, mesmo sendo de curto prazo, é mais longa do que a memória visual.

Hoje vamos falar aqui sobre como exercitá-la e fortalecer ainda mais as conexões neurais que estabelecem o armazenamento das informações. Algumas atividades podem ser realizadas individualmente e outras em grupo, mas o mais importante é atribuir essas atividades como forma de diversão para trazer à mente uma experiência positiva.

Aqui estão demonstrados quatro exemplos para prover a vocês esse treinamento em casa, de uma forma simples e fácil, e podem ser realizadas juntamente com as crianças.

  1. Trabalhar o reconhecimento de padrões sonoros

Reconhecer temporalmente o padrão de sons ofertados ajuda a perceber as pistas relacionadas à organização dos evento. Sendo assim, podemos trabalhá-lo em formato de brincadeira com as crianças, ou mesmo com os adultos.

Um exemplo clássico é com um apito: se todos ficarem de olhos fechados e concentrados no som, no momento que ouvirem um apito, dão um passo à frente; se ouvirem dois sons subsequentes, dão dois passos para atrás. Dessa forma, conseguimos ainda incentivar respostas motoras, que vão ajudar a armazenar a informação sonora recebida.

2. Repetir sequências de sons

Outra forma de estimular a memória auditiva é, em duplas ou grupos, uma pessoa toca uma sequência de sons com instrumentos diferentes, e a outra fica de olhos vendados; logo após terminar a sequência, a pessoa vendada deve apontar para os instrumentos na ordem correta que foi reproduzida.

Essa ação também trabalha muito habilidades relacionadas às funções executivas e atenção seletiva, fundamentais para o armazenamento das informações recebidas.

3. Repetição de itens imaginários

Feche os olhos e imagine que você está indo viajar. Fale em voz alta o que você gostaria de levar. Se estiver com outra pessoa ao seu lado, a mesma deve repetir a sua frase e acrescentar mais um item; sendo uma vez para cada um, cada indivíduo deve somar um item à essa lista, repetindo todos os outros ditos anteriormente.

4. Consciência fonológica

Podemos brincar com o reconhecimento dos fonemas, ao separar as sílabas, ao formar palavras com sons diferentes, ou mesmo ao remover alguma parte faltante e formando novas palavras.

Uma forma simples e divertida é associar essa atividade a algum elemento visual também, ao montar cartas com os fonemas, colocá-las na mesa embaralhadas e buscar, por exemplo: “Que fonemas formam a palavra PALHAÇO? E ao remover a última sílaba, qual a palavra que forma?” Essa habilidade é crucial para o processo de alfabetização, e pode ser utilizada como forma de incentivo às habilidades auditivas também.

Como vimos, foram expostas quatro atividades para exemplificar como podemos realizar tarefas que busquem o estímulo auditivo como forma de desenvolver a memória auditiva. Sabe-se que a memória é uma  grande aliada ao crescimento e aprendizagem, principalmente dos pequenos. Para tanto, é preciso treinar a atenção aos sons, a discriminação auditiva e o sequenciamento deles, dentre outras habilidades auditivas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: