Benefícios da Bimodalidade

Atualmente os dispositivos auditivos mais utilizados na (re)habilitação auditiva são1:  – Aparelho de Amplificação Sonora Individual (AASI) – Implante Coclear (IC) No entanto, o AASI por ser um amplificador sonoro, necessita de uma reserva coclear suficiente para uma boa percepção de fala. Os indivíduos que apresentam uma perda auditiva de grau severo e/ou profundo bilateralContinuar lendo “Benefícios da Bimodalidade”

Aparelho Auditivo: um aliado para a audição e saúde cognitiva

Os benefícios do uso dos aparelhos auditivos para a melhora da audição já são conhecidos e comprovados por inúmeras pesquisas realizadas durante anos. Para entendermos esses benefícios temos que primeiramente compreender o que acontece nas nossas vias auditivas quando não temos a estimulação auditiva adequada. Nos últimos anos estão surgindo novos estudos mostrando que oContinuar lendo “Aparelho Auditivo: um aliado para a audição e saúde cognitiva”

Fonoaudiologia bilíngue

A fonoaudiologia e a surdez têm uma história de longa data. Inicialmente, conhecida como uma profissão que colocava o sujeito dentro de normas exigidas pela sociedade, a fonoaudiologia teve como primeira abordagem o oralismo. O oralismo propõe que o sujeito surdo escute de alguma forma e foca na linguagem oral, ou seja, é proposto queContinuar lendo “Fonoaudiologia bilíngue”

Exames auditivos nas diferentes fases da vida – Infância, adultos e idosos

O Relatório Mundial sobre Audição, publicado em 2021 pela Organização Mundial da  Saúde (OMS), indica que mais de 1,5 bilhão de pessoas passam por algum declínio em sua  capacidade auditiva, a diminuição na audição que não é considerada deficiência, mas que pode  evoluir com o tempo, durante a vida e, deste total, ao menos 430Continuar lendo Exames auditivos nas diferentes fases da vida – Infância, adultos e idosos

Surdez: do diagnóstico às minhas descobertas pessoais e profissionais

Sobre mim Meu nome é Giovanna Borges Rodrigues, sou de Araguari-MG, tenho 23 anos, nasci com perda auditiva profunda bilateral e meus pais não sabiam que eu tinha este problema. Até que no momento em que eu tinha seis meses de idade, eles começaram a perceber que eu não escutava bem e imediatamente a minhaContinuar lendo “Surdez: do diagnóstico às minhas descobertas pessoais e profissionais”

Aplicativos ou jogos para estimular o processamento auditivo

A tecnologia trouxe inovações para todas as áreas da vida, e para a nossa saúde também! Você sabia que existem aplicativos, jogos e sites para estimular as nossas habilidades de processamento auditivo? Primeiramente vamos conversar sobre o que é processamento auditivo. O nosso sistema auditivo realiza várias atividades como receber, detectar, atender, reconhecer, associar eContinuar lendo “Aplicativos ou jogos para estimular o processamento auditivo”

A importância do diagnóstico audiológico na terapia de fala e linguagem

“A linguagem é onipresente na vida de todos os homens. Cerca-nos desde o despertar da consciência, ainda no berço; segue-nos durante toda a nossa vida, em todos os nossos atos, e acompanha-nos até na hora da morte. Sem ela, não se pode organizar o mundo do trabalho, pois é ela que permite a cooperação entre os seres humanos e a troca de informações e experiências. Sem ela, o homem não pode conhecer-se nem conhecer o mundo. Sem ela não se pode aprender. Sem ela não se podem expressar sentimentos. Sem ela, não se podem imaginar outras realidades, construir utopias e sonhos.”

A importância da representatividade no mundo da surdez

Segundo o dicionário Aurélio (2022) a palavra REPRESENTATIVIDADE significa “Qualidade de representativo. Qualidade de alguém, de um partido, de um grupo ou de um sindicato, cujo embasamento na população faz com que ele possa exprimir-se verdadeiramente em seu nome”. Mas na prática, o que esse conceito quer dizer? Representativa é a expressão dos interesses deContinuar lendo “A importância da representatividade no mundo da surdez”

ESTRATÉGIAS AUDITIVAS PARA FAZER SOZINHO (A)

O treinamento auditivo tem como objetivo minimizar as dificuldades de compreensão de fala e potencializar a identificação e a discriminação de padrões sonoros, diminuindo os déficits funcionais da comunicação.