Implante Coclear em pacientes com perda auditiva unilateral

O começo da perda auditiva unilateral costuma ser de forma abrupta e idiopático, por mínima que seja a assimetria entre as orelhas, tem o poder de proporcionar uma deficiência auditiva, principalmente no que se refere a situações com inúmeras pessoas falando ao mesmo tempo. Consequentemente, a perda total ou quase total da audição em um ouvido proporciona dificuldades na escuta na maioria das situações diárias dos sujeitos.

Audição e desenvolvimento de fala e linguagem

A audição é um dos pilares sensoriais para o desenvolvimento social como um todo – e também para a linguagem. Graças às nossas habilidades de percepção, conseguimos associar informações sensoriais que recebemos à nossa memória e cognição, de modo que formamos conceitos sobre o mundo e sobre o que acontece ao nosso redor. É assim que a linguagem se constitui: como uma gama de experiências, auditivas, visuais, táteis, somatossensoriais, que são transmitidas aos centros neurológicos, tendo como resultado significados diversos para essas vivências, que transformam esses conceitos em realidade.

Surdez súbita

A surdez súbita se caracteriza como uma surdez neurossensorial de aparecimento rápido, súbito como o próprio nome já diz. Seu acometimento é quase sempre unilateral, acompanhada de zumbidos em aproximadamente 80 por cento dos casos e de tonturas ou vertigens em quase 30 por cento das vezes. 

Planos de saúde: Como funciona a cobertura de cirurgia de Implante Coclear?

Entre os candidatos à cirurgia de implante coclear, uma das dúvidas mais comumente feitas é relacionada à cobertura, pelas operadoras de saúde, desse procedimento cirúrgico. A dúvida está relacionada ao valor desse procedimento – que pode passar de R$ 100.000,00 (cem mil reais).
Em primeiro lugar, é importante destacar que a referida cirurgia, considerada como uma das que mais trazem qualidade de vida ao paciente, está inclusa na cobertura mínima obrigatória dos planos de saúde. Essa cobertura é periodicamente revista pela Agência Nacional de Saúde (ANS) e pode ser consultada no chamado Rol de Procedimentos.

Os tipos de Próteses Auditivas Ancoradas ao Osso e o papel do Fonoaudiólogo (a) na seleção e adaptação

As próteses auditivas ancoradas ao osso são indicadas para casos de perda auditiva condutiva permanente ou mista, em que não seja possível utilizar a prótese auditiva de amplificação sonora individual por condução aérea (o AASI convencional). Você sabe quais são os tipos de Próteses existentes atualmente?

E quando o aparelho auditivo não é mais uma solução? Quais as soluções auditivas disponíveis?

O aparelho auditivo convencional, também conhecido como AASI (aparelho de amplificação sonora individual), ainda é o dispositivo de reabilitação auditiva mais conhecido mundialmente, mas existem muitas outras opções para o tratamento da audição. E aqui você vai saber mais sobre isso.

Próteses Auditivas Osteoancoradas ou Próteses Ancoradas ao Osso

Próteses Auditivas Osteancoradas ou Próteses Ancoradas ao Osso, são próteses que permitem ouvir por meio da condução óssea do som até a cóclea.