Fonoaudióloga Surda que Usa Aparelhos Auditivos

Você que acabou de ler, deve ter ficado pensativo: Uma Surda e Fono? Como assim? 

Isso é possível! 

Vou contar para vocês sobre a minha história…

Meu nome é Aline de Souza e Silva, sou Fonoaudióloga formada desde 2016 e usuária de Aparelhos Auditivos Bilateral.

Como tudo começou?

Começou por volta de dois anos de idade, meus pais perceberam que eu não ouvia nada, até certo dia eu vim para fora de casa chorando a procura deles, então chamaram pelo meu nome e viram que não parei para ouvir, até o momento eu apenas resmungava. 

O que fizeram?

Procuraram um Otorrinolaringologista que imediatamente disse: Ela é Surda, usar aparelhos auditivos não irá adiantar muito, coloca ela numa escola para aprender LIBRAS. 

Portanto, meus pais acharam o profissional muito despreparado para conduzir o tratamento, até que então acharam uma Fonoaudióloga que por sua calma e muito bem preparada profissionalmente me encaminhou para realizar exames auditivos. A mesma enfatizou: a Aline tem uma perda auditiva muito grande, Severa à esquerda e Profunda à direita e com essa idade já era pra estar falando, vamos colocar os AASI’s,(aparelho auditivo) e fazer terapia o quanto antes.

Aos três anos comecei a usar aparelhos auditivos e desde então, iniciei terapia fonoaudiológica todas as terças e quintas feiras. 

Por volta dos cinco anos de idade, além da terapia fonoaudiológica, tive Educadora Especial para reforçar o que eu aprendia na escola.

Estudei, me formei, sou oralizada, fiz vestibular primeiramente para Pedagogia e posteriormente entrei para a faculdade de Fonoaudiologia pelo processo seletivo escolar, e o resultado não poderia ser melhor: Sou Fonoaudióloga.

Certamente vocês querem saber… Mas como conseguiu? Atende todas as áreas ou somente trabalha com aparelhos auditivos?

Qualquer SURDO que faz uso do AASI/IC consegue ser Fonoaudiólogo, basta querer estudar e se aperfeiçoar na área. Não existe faculdade fácil, existe é perseverança e disciplina para você querer ser o que quiser!

As áreas que não atendo é Disfagia e Voz, por não serem do meu interesse, mas ao realizar um atendimento e este for o caso, irei realizar o encaminhamento para o profissional especializado para que possam receber o tratamento adequado..

A Fonoaudiologia é um campo imenso, e possui várias áreas para serem exploradas e descobertas, atualmente atendo:

Audiometria e Imitanciometria; Avaliação e Terapia do Processamento Auditivo Central; Fonoterapia; Reabilitação Auditiva e Treinamento em Cabine Acústica. Já trabalhei com vendas de Aparelhos Auditivos. 

O que eu acho da Fonoaudiologia?

Sou suspeita para falar, me apaixonei pela Fonoaudiologia.

Aprendo todos os dias e levo comigo: nem sempre é fácil agradar o ouvido para ouvir o outro, nem sempre é fácil trabalhar com ideias diferentes, nem sempre é de imediato o resultado de um trabalho árduo. Precisamos ser mais que apenas Fonoaudiólogos, precisamos ter amor à profissão.

Você que é Surdo, Oralizado e quer ser Fonoaudiólogo?

É possível sim! Não tenha medo e batalhe!

Choros, cansaços, alegrias e vitórias fazem parte do crescimento pessoal e profissional, conforme já disse o Friedrich Nietzsche: Aquilo que não te mata, só te fortalece!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: